Origem dos zumbis da série "The Walking Dead"

Curiosidades - 15 de Fevereiro de 2022 - Imagem Reprodução | Google Imagens

A origem dos zumbis de The Walking Dead finalmente foi revelada! Mais de 11 temporadas e dez anos depois do lançamento da série da AMC – disponível no Brasil pelo Star+ –, o público obteve uma explicação sobre como surgiram as criaturas responsáveis pelo apocalipse e pela morte de inúmeros personagens queridos. Uma verdadeira surpresa por si só, já que a proveniência dos mortos-vivos não foi sequer mencionada nas HQs lançadas por Robert Kirkman.

A revelação se deu no episódio final de World Beyond, spin-off de TWD que rendeu duas temporadas e que se despediu dos fãs no último domingo (5). A trama segue as irmãs Hope (Alexa Mansour) e Iris (Aliyah Royale), que fazem parte da primeira geração de jovens criados em meio ao surto do vírus. Quando seu pai desaparece, elas embarcam em uma missão fora das paredes que as cercaram durante toda a vida, com ajuda de amigos que também vivem à sombra da República Civil Militar.

Pois bem, uma cena pós-créditos mostrou que o vírus que causou o fim do mundo veio de um laboratório... na França! Nas imagens, vemos um complexo abandonado e uma pesquisadora que retorna ao local antes de cair na mira de uma arma empunhada por um misterioso personagem. Uma conversa se inicia, então, entre as duas figuras.


Publicidade

Enquanto a cientista expressa seu plano de encontrar uma solução para acabar com tudo, o homem responde: "Acabar com tudo? Mas foi você quem fez isso acontecer!" Um graffiti visível nas paredes do complexo também revela a inscrição (em francês, claro): "Les morts sont nés ici", ou "Os mortos nasceram aqui". Com um plot twist tão inesperado quanto improvável, o spin-off nos ensinou que os grandes vilões da franquia não são os zumbis, mas – brincadeiras à parte – os franceses!

Vale lembrar que a 1ª temporada de The Walking Dead: World Beyond está disponível no Catálogo do Amazon Prime Video. Já a 2ª temporada ainda não chegou ao Brasil.

 

» Participe do grupo do Jornal eCuesta no WhatsApp » chat.whatsapp.com/JyUrDbCIyzy6aIUDnyAmAF/
» Curta a página do Jornal eCuesta no Facebook » www.facebook.com/jornal.ecuesta/
» Siga o Jornal eCuesta no Twitter » https://twitter.com/Jornal_eCuesta
» Acompanhe o Jornal eCuesta no Telegram » https://t.me/jornalecuesta
» Siga o Jornal eCuesta no Instagram » https://www.instagram.com/jornalecuesta/