Usar Inteligência Artificial sem inteligência é burrice!

Usar Inteligência Artificial sem inteligência é burrice!

Por: Eberson Terra | LinkedIn Top Voice
Em: Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2019
Imagem: Reprodução | Internet

Falar em Transformação Digital é bonito, mas na prática, está funcionando?

Você percebeu como a moda da tal transformação digital chegou com tudo? Agora a maioria das empresas dizem que estão se preparando para uma GRANDE virada. Só que geral tem que acordar porque o mundo JÁ é digital, apesar de ter muita gente ainda se preparando...

Não é de hoje que o termo Transformação Digital apareceu, mas a massificação dele para uso marqueteiro caiu nas graças do povo ao invés de ser pensado estrategicamente como uma mudança de paradigma para sobreviver em um mundo completamente diferente.

A verdade é que o mundo já estava mudando quando as empresas surfavam a antiquada onda da comoditização e apenas queriam manter seus processos internos os mais tradicionais possíveis, doutrinando o cliente sem perceber que ele ganhava sua própria consciência de como gostaria de ser atendido.

Agora correr atrás do prejuízo tem sido uma luta mais difícil do que parecia.

A forma de consumo mudou, a exigência do cliente aumentou e a tolerância com burocracias para se resolver um problema está perto de zero. As pessoas não querem mais serem colocadas em um fluxo padrão, afinal, elas não vivem mais em um mundo padronizado!

Assim, passou a ser um desafio prioritário para quem ficou para trás pensar fora da caixa, se reinventar perante um mercado em constante mutação e de vontades voláteis.

Mas como pensar fora da caixa se insistimos em desenhar nossas atividades dentro delas?

A ansiedade pelo uso da tecnologia está ultrapassando a capacidade das empresas em compreenderem exatamente o comportamento de quem mais importa: seu cliente! Todo mundo se preocupa em não ficar para trás, mas sequer sabem exatamente o que fazer com todo o aparato tecnológico que está ficando cada vez mais barato e disponível.

USAR INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL SEM INTELIGÊNCIA É BURRICE!

Em um relatório publicado recentemente pela The Economist Intelligence Unit demonstra que 42% das empresas entrevistadas entendem que o maior risco para o uso da IA é o financeiro, seja pelo custo, mas incluiria o fato de não saberem exatamente se o investimento trará retorno satisfatório.

Curiosamente, no mesmo relatório que citei acima, temos a informação de que 90% das empresas estão otimistas em relação aos benefícios econômicos que a IA tarará aos negócios. Oras, se não sabemos como a tecnologia trará o retorno do investimento, será que compreendemos efetivamente quais necessidades reais do meu negócio no futuro, ou apenas queremos mostrar que somos DIGITAIS, mas ainda resolvemos problemas de maneira ANALÓGICA?

AUTOMATIZAR PROCESSOS RUINS NÃO OS TORNARÃO MELHORES

Transformação quer dizer transformação, não é usar tecnologia como adereço, tampouco automatizar "burrocracias".

Sempre digo que antes de pensar em tecnologia, devemos pensar nos processos que sustentam as companhias. Hoje a porta de entrada para a Inteligência Artificial está sendo os chatbots, os assistentes virtuais que tiram dúvidas, fazem o atendimento automatizado ao cliente e até realiza alguns serviços. Sem dúvida, uma fonte de economia para os call centers. Mas é possível automatizar processos ruins? Possível é, mas as vantagens talvez não sejam capturadas em sua maior capacidade.

A verdade é que processos ruins automatizados continuam carregados de crenças do passado, regras sem sentido e que continuam frustrando o cliente, só que agora de uma maneira DIGITAL (bonito, isso hein? #SQN!)

Não dá mais para automatizar processos de negócios que suportam a entrega de um produto/serviço para o cliente, se o próprio produto/serviço está em transformação.

Folha em branco e um bom bule de café nunca fizeram tanto sentido quanto agora!

TIRANDO O MODISMO, EXISTE FUTURO NA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL?

Sem dúvida, aliás, a Transformação Digital é a materialização de um futuro que parecia distante e que já está presente em nossas vidas.

Ela é o passaporte para as empresas entrarem no novo mundo, mas para chegar lá existem inúmeras entrevistas para tirar seu visto! Para a empresa que apenas compra tecnologia, apenas tira o passaporte, não garante que vai decolar rumo à perenidade.

Para aquelas que apenas vendem o sonho da transformação, com certeza absoluta jamais acordarão do pesadelo do futuro dizimando seu País das Maravilhas imaginário.

Se eu puder te dar um conselho sobre inovação: Saia efetivamente da padronização rumo à personalização! Independente do ramo de atuação, entenda que cada pessoa é diferente da outra, esta é a semente para uma discussão ampla e eficaz sobre o que a Quarta Revolução Industrial traz de impacto para sua empresa!

CONCLUSÃO: ESTOU PERDIDO E COM MÊDO! O QUE EU FAÇO?

SIMPLES E DIRETO: Antes de fazer QUALQUER investimento em tecnologia, certificação, falar que vai colocar todo mundo para correr de maneira "AGIL", etc, é preciso saber onde quer chegar, e para saber onde quer chegar minimamente você precisa saber onde está HOJE, e por incrível que pareça muitos não sabem.

Como fazer isso? Sendo consumidor! É preciso pensar como a nova geração pensa, consome, interage e principalmente como ela conduzir o mundo novo daqui para frente.

Fuja dos velhos paradigmas e CRIE sua empresa do ZERO enquanto há tempo!

Transforme e siga o #SeuCaminho!

Curta a página do Jornal eCuesta no Facebook e fique por dentro das principais notícias e novidades: www.facebook.com/jornal.ecuesta/