Tatuí ganhará projeto de beisebol infantil

Referência no beisebol brasileiro no passado, Tatuí poderá voltar ter “dias de glória” com um novo projeto social com o foco no esporte popular na América do Norte. O Tatuí Beisebol, único time da modalidade na cidade, pretende usar um terreno na região do Residencial Esplanada para montar dois times de base com crianças e adolescentes carentes.

Segundo o presidente do time, Leandro Gardena Barbosa, o lançamento do projeto deve acontecer até o fim do ano e depende de dois fatores: a montagem do campo, a ser realizada pela incorporadora responsável pelo novo loteamento, e de cessão do terreno, que carece de autorização da Câmara Municipal.

A nossa associação tem dois anos de existência e temos um time adulto. Nós queremos trabalhar com crianças, mas dependemos do espaço. Conversamos com o secretário municipal de Esporte, com vereadores e com o vice-prefeito. Todos estão apoiando o projeto”, contou.

O beisebol é realidade em Tatuí desde meados de 1985 e, de forma intermitente, formou diversos jogadores. Alguns deles jogaram em ligas importantes em países como Japão, Canadá, Itália e Venezuela. Atualmente, o tatuiano Thyago Vieira é o maior expoente brasileiro na modalidade e foi contratado recentemente no Seattle Mariners.

Vieira trilha o caminho de outros três brasileiros que estão brilhando em times que disputam a MLB (Major League Baseball), a principal liga dos EUA. Estão na principal liga estadunidense os brasileiros Yan Gomes, do Cleveland Indians, André Rienzo, do Miami Marlins, e Paulo Orlando, do Kansas City Royals.

Queremos pegar as crianças nas escolas, na Casa Transitória, e levar para ensinar beisebol. Pretendemos trabalhar com 30 meninos por semana e montar dois times de base”, antecipou.

O time tatuiano de beisebol adulto conta com dois patrocinadores, todos, empresas privadas. Com a ajuda financeira, a associação pretende comprar uniformes e lanches para as crianças participantes do projeto.

No passado, a cidade foi bastante conhecida no beisebol brasileiro e chegou a ganhar duas vezes o campeonato nacional. Tatuí formava jogadores, muitos deles foram para fora do país. Queremos voltar a fazer isso”, destacou.

O time adulto disputa dois campeonatos, um estadual e outro regional. A equipe frequentemente joga contra times de cidades como Itapetininga, Ibiúna, Capão Bonito, Sorocaba, Osasco, Pilar do Sul, Piedade e Vargem Grande do Sul.

A equipe adulta é formada por jogadores com idades entre 20 e 40 anos. Um time de beisebol tem diversas posições, como arremessador, receptor, jardineiros internos, jardineiros externos, rebatedor e corredor.

“Estamos levando o nome da cidade. Atualmente, a Prefeitura nos deixa treinar em uma quadra de tênis no Parque Ayrton Senna, pois não temos outro local”, declarou.

ÚLTIMOS JOGOS

A última partida disputada pela equipe tatuiana foi vitoriosa. Em 6 de agosto, os jogadores da cidade ganharam por 4 a 1 do Ibiúna-B em jogo realizado pelo Campeonato Shiozaki. A partida aconteceu no CT (campo de treinamento) Yakult.

Em 30 de julho, pela LDB (Liga de Desenvolvimento do Beisebol), a equipe local teve uma vitória e uma derrota. Contra o New Giants, o resultado foi de 18 a 11 a favor do time local. No segundo jogo veio a derrota por 15 a 5 contra o FEA.

Fonte: O Progresso de Tatuí
Imagens: Divulgação | Tatuí Beisebol