Maus hábitos em um relacionamento

Por: Feminices | Jornal eCuesta - Em: 13 de Janeiro de 2020 - Imagem: Reprodução | Internet

Manter um relacionamento é tarefa difícil. Um dia está tudo bem e no outro tudo pode desabar bem diante dos seus olhos. Acredite ou não, mesmo o mais insignificante dos maus hábitos pode acabar sendo uma influência negativa na relação. Reunimos uma lista de especialistas e descobrimos quais são as principais maneiras de se arruinar uma história de amor.

BRIGAR POR MENSAGENS DE TEXTO

Ter conversas sérias por mensagem de texto pode levar à desconexão entre os casais, segundo pesquisa da Brigham Young University. O estudo descobriu que usar mensagens de texto para pedir desculpa ou para discutir problemas teve um impacto negativo na satisfação da mulher com os relacionamentos. Não seja uma presa destes maus hábitos. O estudo também descobriu que mandar mensagens amorosas, por sua vez, melhora a relação.

POSTAR COISAS SOBRE O COMPANHEIRO NA INTERNET

Se abrir demais nas redes sociais pode ser perigoso para um relacionamento. "Seu companheiro precisa se sentir à vontade com você para ser sincero e ficar mais próximo", explica Cate Mackenzie, terapeuta psicossexual e conselheira de casais. "Se expõe a vida do parceiro nas redes sociais sem o seu consentimento, você priva ele de uma forma segura de se envolver e pode ser que perca a confiança de expor sua intimidade para você."

COMPARAR SEU COMPANHEIRO COM OS OUTROS

Fazer comparações é um traço humano normal. No entanto, pode ser um dos maus hábitos que destroem um relacionamento. Pesquisa da Universidade de Toronto sugere que não apenas a comparação dos outros com seu companheiro tem uma influência negativa na forma como você o vê, mas também na forma como percebe a si mesma. Além disso, é um gerador de conflito no relacionamento.

MORAR JUNTO CEDO DEMAIS

Enquanto vocês estão apaixonados, a ideia de morar junto e formar um lar parece perfeita. Apesar disso, você deve esperar antes de dar o próximo passo. "Ter um período de namoro no qual ambos se curtem é muito importante", diz Mackenzie. "Se vão morar juntos rápido demais, terminam precipitando a fase de disputa de poder, com brigas e discussões próprias da vida doméstica."

NÃO ACEITAR CRÍTICAS

Todos fazemos bobagens de vez em quando. Ouvir as críticas do seu companheiro é vital para o relacionamento. "Pode ser desafiador escutar e assimilar as coisas que foram ditas pelo outro", diz Weaver. "Se entendermos que há uma razão, mesmo que seja difícil de digerir, é importante receber com uma atitude acolhedora ao invés de ser defensivo."

NÃO DAR ESPAÇO AO OUTRO

"Não conceder espaço ao outro pode advir de insegurança ou medo de perder, mas é crucial que seja comunicado e que ambos encontrem maneiras de dar espaço ao outro", diz Weaver. "Ficar familiar demais e considerar a presença do outro como obrigação é um fator que compromete a qualidade do relacionamento."

DISCUTIR EM PÚBLICO

Você já percebeu, no meio de uma discussão, que estava em um supermercado? Se a resposta for sim, talvez seja melhor mudar de atitude, pelo bem do seu relacionamento. "Discutir é ruim para os dois, mas discutir em um espaço público pode levar a um sentimento de vergonha que danifica a relação", diz Mackenzie.

GUARDAR RANCOR

Você tem dificuldade em desapegar? Vamos dizer que seu companheiro esqueceu de lavar a louça na semana passada e você segue trazendo isso à tona. "A generosidade é um ingrediente vital nas relações", diz Weaver. "Inclui ter a capacidade de perdoar e superar as pequenas coisas e não deixar acumular rancor por muito tempo."

FICAR MUITO SÉRIO CEDO DEMAIS

Você pode estar pronto para uma nova relação, mas embarcar em uma cedo demais pode ser um erro. "Pode ser doce ou muito assustador", diz Sonnenbaum. "Um primeiro encontro pode ser cedo demais para falar sobre o número de filhos que vocês gostariam de ter." Faça as coisas em um ritmo que seja confortável para os dois e que ajude na construção de algo especial.

DAR UM GELO

No meio de uma discussão, você pode não querer mais falar com seu companheiro. No entanto, dar um gelo e não falar nada por muito tempo é um dos maus hábitos que se deve evitar. Os casais que usam o silêncio contra o outro de maneira frequente têm um baixo nível de satisfação, pouca intimidade e má comunicação, segundo um estudo da Dick Jones Communications.

PRESUMIR QUE VOCÊ SABE O QUE O OUTRO ESTÁ PENSANDO

Você pode presumir que entende como seu companheiro pensa, mas talvez você devesse perguntar. "Segundas leituras e a presunção de aspectos sobre o outro ao invés de questionar diretamente pode tornar as relações mais difíceis", diz Weaver. "Pode ser uma espécie de hipervigilância, a de antecipar as necessidades do outro sem entrar em contato com seus próprios desejos e vontades e sempre priorizar as necessidades dos outros ao invés de pensar nas suas."

POSTAR SELFIES DE CASAL O TEMPO TODO

Tirar uma que outra foto um do outro e colocar na rede social não é um grande problema. Entretanto, se você descobre que faz só isso quando está com seu companheiro, pode ser um sintoma de um problema mais profundo. "Pode ser uma exposição excessiva, tornar o seu relacionamento um evento público o tempo todo e pode colocar a ambos uma pressão de 'fingir' que estão bem", explica Mackenzie.

NÃO MANTER HOBBIES

Ter uma vida própria fora do relacionamento pode ser a chave do sucesso do mesmo. "É importante que cada um no casal se satisfaça", diz Weaver. "Isso inclui tempo para si sem o outro, cultivar amizades, hobbies, criatividade, etc. Sem espaço para si mesmo, os relacionamentos minguam." Por que não ingressar em um clube ou aprender uma coisa nova?

NUNCA CONVERSAR SOBRE A VIDA SEXUAL

Estejam as coisas quentes e pesadas ou o contrário, pode ajudar conversar sobre como elas estão com o outro. "Pode ser difícil para muitos casais, por causa da carência de uma boa educação sexual, seja em casa ou na escola", diz Lamb. "Pode haver, no entanto, consequências sérias (de não se falar) e a ajuda profissional pode ser boa ideia."

DEIXAR DE LADO O ROMANTISMO

O romance realmente morreu? "É crucial manter os aspectos do relacionamento que ambos apreciam vivos, incluindo o romantismo", diz Weaver. "Pode haver diferenças nas coisas que um e outro consideram romântico, então ter uma conversa e um brainstorm sobre o que acham romântico pode ser uma boa maneira de avançar."

TRAZER O PASSADO DE VOLTA DURANTE DISCUSSÕES

Todo casal discute de tempos em tempos. Quando o assunto foi resolvido, no entanto, a última coisa que se deve fazer é trazer o assunto de volta. "É um indicador de 'assunto pendente' e deve ser encarado com seriedade", explica Lamb. "Pode ser bom perguntar para a pessoa que faz isso: 'o que você precisa de mim para superar este assunto?'".

COMPROMETER SUAS NECESSIDADES

Todo relacionamento é uma questão de 'dar e receber'. Mas você deveria ter o cuidado de não dar demais. "É crucial saber quais são os limites, o que pode ser aceitável às vezes e o que é completamente inaceitável", diz Weaver. "Sempre se submeter aos desejos do companheiro e se comprometer com muita frequência acaba levando ao ressentimento."

EXPOR-SE DEMAIS AOS AMIGOS E À FAMÍLIA

Todos precisamos desabafar quando nosso companheiro nos aborreceu. Entretanto, se você recorre a quem é mais próximo, pode não receber as respostas de que precisa. "Às vezes pode ser útil ter uma perspectiva sobre o que está acontecendo, mas os amigos e a família provavelmente não darão seu feedback mais objetivo", explica Lamb. "Também pode ser uma tentativa de evitar polêmica."

TER CIÚME DOS AMIGOS

Como você encara uma saída do seu companheiro com amigos? Se você tem ciúmes, é um mau sinal. "O que há nos amigos do seu companheiro que lhe provoca este sentimento?", questiona Weaver. "É crucial que ambos possam cultivar as suas relações fora do relacionamento romântico, incluindo boas amizades."

ESCONDER TRAÇOS DA SUA PERSONALIDADE

Está preocupado com o que o seu companheiro vai pensar de você? Se você esconde certos traços da sua personalidade—sejam eles hobbies ou seu próprio passado—pode haver um dano ao relacionamento. "Nunca haverá nenhuma chance de um aprofundamento ou um crescimento se nenhum de vocês dois aparentar genuinamente o que são", diz Sonnenbaum.

NÃO FALAR SOBRE AS SUAS FANTASIAS

Para melhorar a vida sexual e o relacionamento, você deve contar quais são as suas mais íntimas fantasias. "A comunicação é crucial em um relacionamento", diz Weaver. "Falar sobre as suas preferências, bloqueios, determinar o consentimento, ser claro a respeito dos próprios desejos, necessidades e sobre tudo o que se quer precisa de uma comunicação honesta." Por que não separar um tempinho para ter esta conversa?

TOMAR DECISÕES PELO SEU COMPANHEIRO

Toda pessoa merece ter direito a tomar suas próprias decisões. Acreditar que se pode decidir pelo companheiro pode significar a destruição do relacionamento. "Muitos dos maus hábitos mencionados anteriormente podem ser descritos como uma dependência mútua, como formas sutis de controle sobre o seu companheiro através do medo da perda ou da rejeição", diz Weaver.

CONTAR UMA MENTIRINHA

A confiança é essencial em qualquer relacionamento. Ao mesmo tempo em que você não precisa expor tudo ao seu companheiro, mantê-lo no escuro sobre questões importantes acaba levando eventualmente a maiores problemas. "Depende do 'tamanho' destas mentirinhas! Nossos companheiros não precisam saber de tudo, mas manter segredos sérios é geralmente destrutivo", diz Lamb.

FUNDAMENTAR A RELAÇÃO EM SEXO

Ao mesmo tempo em que uma vida sexual é importante para a relação, é necessário dividir coisas também fora das quatro paredes. "Você não pode passar o relacionamento inteiro na cama", diz Sonnenbaum. "O sexo geralmente é melhor quando você ama seu companheiro e o amor cresce em uma parceria saudável." Tenha certeza que é melhor haver mais que interesse físico no seu romance.

ESPIONAR O TELEFONE DO COMPANHEIRO

Se o seu companheiro fica no telefone, você sente a tentação de ver o que está fazendo por sobre seu ombro? "Este comportamento controlador não favorece a confiança em uma relação", diz Weaver. "A questão é a insegurança subjetiva que faz com que o companheiro pratique isso. Se houver a desconfiança ou os ciúmes, é importante trazer o assunto à tona."

 

Siga o Jornal eCuesta no Twitter @Jornal_eCuesta