Animais e Fumantes

Close de um cão, com olhar triste, observa a fumaça do cigarro à sua frente

Existem alguns estudos onde a fumaça do cigarro que os pets inalam pode ser carcinogênica e também causar problemas de saúde como processos alérgicos, rinite, traqueíte, bronquite e também a possibilidade de desenvolverem carcinoma pulmonar, pneumopatia e cardiopatia secundária. Outra enfermidade grave causada pelo cigarro é o linfoma felino, que acaba com as defesas naturais dos gatos, podendo levar ao óbito.

No início a sintomatologia parece irrelevante, pois apresentam apenas espirros, corrimento ocular e as vezes dificuldade respiratória. Os animais que mais sofrem como fumantes passivos são os braquiocefálicos, aqueles de focinho achatado como Pug e Bulldogs.

Não só a fumaça, mas as bitucas de cigarro também são perigosas e, se ingeridas, podem causar envenenamento. Lembrando que 25% da nicotina está concentrada nos filtros. Por isso, mesmo se você não for um fumante, fique atento quando levar o seu animal de estimação para um passeio, uma vez que restos de cigarros podem ser encontrados no chão.

Proprietários que fumam devem levar seus animais para checkup regularmente para avaliações, no min a cada 6 meses.

A melhor forma de proteger você e seu animalzinho é largar esse vício que tanto mal causa na saúde de todos, agora, enquanto está tentando parar com o cigarro, procure fumar em locais arejados, principalmente ao ar livre e jogue sempre as bitucas no lixo.

Por: Dra. Patrícia Monteiro | SOS Animal
Imagem: Reprodução | Internet