Novo comandante do Corpo de Bombeiros de Botucatu

Capitão Winckler ao lado do Primeiro Tenente Bonifácio na sede do Corpo de Bombeiros de Botucatu, tendo ao fundo viaturas de combate a incêndios e resgates

O primeiro tenente Bonifácio assumiu nesta semana o Posto de Bombeiros de Botucatu que antes estava ocupado pelo capitão Winckler, que agora vai responder somente pela sub-regional de Botucatu. Bonifácio cuidará do trabalho em Botucatu tanto na parte administrativa como operacional dos bombeiros.

É uma grande satisfação poder trabalhar em Botucatu. Nós estamos assumindo o Posto de Bombeiros. Estou há 13 anos na instituição e ter a oportunidade de trabalhar na região e nessa maravilhosa cidade de Botucatu está sendo muito especial para mim, pode ter certeza disso”, disse o tenente que veio de Itapeva, região de Sorocaba.

Surgiu a oportunidade de trabalhar em Botucatu e eu não tive dúvida. Sou avareense e já conhecia Botucatu. Então no momento que vi essa oportunidade profissional, a gente com muita satisfação aceitou esse convite”, disse em entrevista.

DESAFIOS

Na realidade o desafio do Corpo de Bombeiros e a missão em geral é a defesa da vida, do meio ambiente e do patrimônio. Em Botucatu nosso objetivo é manter um padrão de excelência atuando em duas frentes praticamente: que é nas ocorrências propriamente ditas como incêndios, salvamentos e acidentes, ter uma atuação profissional e adequada sempre buscando uma atuação de excelência das equipes trabalhando no local do sinistro com objetivo do bom atendimento ao cidadão, então essa seria a nossa primeira frente que é o atendimento operacional. Ao mesmo tempo a gente tem a preocupação e um foco muito grande na prevenção. Nosso objeto é desenvolver uma série de atividades e de palestras, campanhas para que haja sempre haja uma conscientização e para que a informação chegue ao cidadão do dia a dia e tenha acesso a medidas simples onde pode atuar de maneira preventiva, na sua casa e no seu momento de lazer para que se evite que ele se envolta em uma situação perigosa e a gente tenha uma diminuição no número de ocorrências”.

ÉPOCA PERIGOSA

Fui informado de um trabalho importante que vem sendo desenvolvido aqui que é o Viva Verão que não é exclusiva do Corpo de Bombeiros, mas há um grande envolvimento de outros órgãos e entidades de Botucatu e o que a gente quer é dar sequência a esse ótimo atendimento a esse trabalho que vem sendo desenvolvido. Houve uma queda, pois conseguiu-se zerar o número de ocorrências e nessa época volta-se a atenção para o risco de casos de afogamento em rios, cachoeiras e demais lugares. Botucatu é rica no ecoturismo é o nosso trabalho é atuar de forma preventiva para que a gente não tenha esse tipo de ocorrência na nossa cidade”.

RESPEITO PELA ÁGUA

Eu costumo dizer que a gente precisa ter respeito pela água. Não é uma situação para aventureiros. Às vezes a pessoa está com um excesso de confiança e acha que já conhece aquela região, mas não tem o equipamento adequado para fazer a recreação ali, e infelizmente acaba se envolvendo em um acidente. De forma geral, seja criança ou adulto, o afogamento não tem um público preferencial. Pode acontecer até com quem tem grande experiência com natação ou aquele que é mais leigo. Importante é sempre usar equipamento correto e nadar onde é permitida a frequência e a utilização do local. Não faça uso de bebida alcoólica porque não vai ajudar em nada na natação. São medidas simples, mas que evitam o mal maior”.

MUDANÇAS NA FORMA DE ATUAÇÃO?

“Nosso planejamento está voltado sempre com a preocupação inicial no atendimento à população. É manter número de equipamentos, de viaturas, adequado ao tipo de serviço que o Corpo de Bombeiros presta à população. Então nosso objetivo é sempre estar em busca de equipamentos de tecnologia de ponta, também mais importante que o equipamento é o treinamento de formação continuada do nosso bombeiro, então nesse ano com certeza nós faremos essa espécie de investimento que é a capacitação do nosso efetivo com cursos de especialização nas diversas áreas de atendimento do Corpo de Bombeiros, aquisição de material para que sempre haja de melhor para as equipes atuarem e a parte de prevenção também. É aproximar o Corpo de Bombeiros dos outros órgãos para que através disso a gente diminua o número de ocorrências. A gente tem que estar preparado para atender ocorrências, porém mais eficaz e melhor do que isso é realmente através da prevenção evitar que um acidente aconteça”.

Fonte: Agência 14News
Imagem: Reprodução | Agência 14News